Equipes De Alta Performance

Imagine um time de Futebol repleto de grandes estrelas, jogadores renomados e de grande capacidade técnica, porém, muito individualista. Talvez esta seleção dos sonhos não vença. A história tem mostrado que as equipes mais vencedoras nos esportes tinham um conceito e uma filosofia preocupada com a união e com o a coletividade.

Outro dia lendo uma revista observei o conflito entre Bernardinho técnico da seleção masculina de vôlei e José Roberto técnico da seleção feminina. O conflito era já de alguns anos, quando a esposa de Bernardinho jogava na seleção de José Roberto. Pelo relatado na revista Bernardinho dava sugestões a esposa para melhorar o desempenho dela, dicas que não foram bem digeridas por José Roberto. Será que Bernardinho estava “errado”, devia ficar quieto e não manifestar suas experiências para a esposa? Ou a briga de EGOS acabou limitando o potencial da equipe.

Nas organizações às vezes formam-se as panelinhas, muitas vezes gerando conflitos. Um grupo apoiando a ideia de um colaborador do setor financeiro, de outro lado outra equipe apoiando a ideia da área comercial e no final das contas ninguém se entendendo.

Os três casos acima evidenciam que atitudes apoiadas no individualismo colocam sempre tudo a perder, atletas, treinadores e colaboradores esquecem que dentro de um time não existe vencedores ou vencidos. Ou todos são vencedores ou, provavelmente, todos serão vencidos. Não adianta o goleador do time fazer 5 gols e a defesa tomar 6 gols. Todos necessitam de um trabalho coletivo: a defesa ajudando o ataque dentro de suas possibilidades e vice e versa.

A dica que Bernardinho deu a sua esposa na seleção feminina de vôlei poderia ser considerada por José Roberto e ele decidiria com o grupo se colocaria ou não em prática e poderia até agradecer o interesse de Bernardo em ajudar a seleção, e quem sabe abriria um canal de comunicação para José Roberto ajudar Bernardinho e vice versa.

Quando se trabalha em grupo experienciamos que nem sempre uma ideia se sobrepõe ao todo, quando colocamos todos a trabalhar em prol da solução muitas perspectivas se abrem e resultados extraordinários de alto desempenho surgem sem tanto esforço assim, são os chamados insights.

A mesma coisa acontece com as panelinhas formadas nas organizações, talvez elas estejam tão focadas e preocupadas em quem vai ter razão do que no sucesso do coletivo. Desta forma as portas se fecham, as ideias diminuem e todo o projeto de sucesso que foi planejado vai por água a baixo.

Conflitos dentro das empresas são importantes para descobrirmos individualmente que existem varias ideias e varias formas de se resolver a mesma coisa sem precisar existir o “certo ou errado” afinal cada pessoa é diferente da outra e cada uma tem seu perfil, suas características e seu potencial ilimitado e a organização necessita de todos para vencer os desafios. Afinal, estamos todos dentro do mesmo barco ou não?

E a sua empresa como esta solucionando estes conflitos? Abrindo o canal de comunicação e percebendo várias perspectivas?

Deixe uma mensagem

Campos obrigatórios são marcados com *